Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
AGENDA   (20-09-2017)
HOME  (13-09-2017)
MESA DE CURA PLEIADIANA  (04-09-2017)
ATENDIMENTOS   (04-09-2017)
FLORAIS DE BACH   (04-07-2017)
VENTOSATERAPIA  (04-07-2017)
MOXABUSTÃO  (04-07-2017)
ESCALDA-PÉS  (04-07-2017)
QUER AJUDA?
O que mais incomoda você hoje?
Não consigo melhorar
Problemas financeiros
Vida afetiva
Vida profissional
Minha mãe
Meu pai
Minha saude
Minha religião
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (2072 votos)



ONLINE
1




Partilhe este Site...

PagSeguro


BIOMAGNETISMO
BIOMAGNETISMO

 

TERAPEUTA ELIANA KRUSCHEWSKY CRTH-BR 1140

 

O Biomagnetismo é uma técnica de diagnóstico e tratamento desenvolvida pelo médico cirurgião Dr. Isaac Goiz Durán nos anos 80, particularmente eficaz no caso das doenças infecto-contagiosas, auto-imunes, crônico-degenerativas, metabólicas, disfuncionais, psico-emocionais e tumorais. O tratamento consiste no reequilíbrio do PH, o que vai permitir eliminar os micro-organismos patogênicos – vírus, bactérias, fungos, parasitas – ao mesmo tempo que desintoxica os órgãos.

É indolor, não evasivo, não implica em tomar medicamento e pode ser aplicado à distância e está comprovado cientificamente.

 

 

Em que consiste a Técnica do Biomagnetismo?

Consiste na colocação de pares de imans em diferentes zonas do corpo, durante alguns minutos, razão porque esta técnica é também conhecida como Par Biomagnético (PB).

 

Em que tipo de doenças se pode aplicar?

Abcessos, ácido úrico, acne, alergias, alopecia, alzheimer, amenorreia, anemia, angina de peito, anorexia, apendicite, apetite voraz, apneia do sono, ardor ao urinar, artrite, asma, bronquite, bruxismo, bulimia, cálculos renais e da vesícula, cancro, catarro, celulite, ciática, circulação sanguínea, cirrose, cistite, cólicas diversas, colite, constipação, convulsões, corrimento vaginal, debilidade nas articulações e nos músculos, défice de atenção, dermatite, diabetes, diarreia, distúrbios psico-emocionais, divertículos, dor de cabeça, dor na coluna, dependência de drogas, edema, ejaculação precoce, encefalite, enfisema pulmonar, epilepsia, esclerose múltipla, espondilite anquilosante, esterilidade, enxaquecas, fadiga, faringite, febre, fibromialgia, flatulência, fracturas, gastrite, gengivite, gripe, halitose, hemorragias, hemorroidal, hepatites (de A a M), herpes, hipertensão, HIV, incontinência, infecções, infertilidade, insónia, intolerâncias alimentares, lepra, leucemia, lúpus, malária, menopausa, menstruações disfuncionais, micoses, miomas no útero, obesidade, osteoporose, parkinson, pneumonia, polipos, prisão de ventre, problemas de comportamento, psoríase, rins, sangramento, seropositividade, sinusite, taquicardia, tendinite, tiques, tosse, vitiligo.

Como funciona o Biomagnetismo Terapêutico?

Através do reequilíbrio do PH de certas zonas do corpo utilizando pares de imans permanentes de intensidade média. Este reequilíbrio elimina os microorganismos patogénicos, ao mesmo tempo que desintoxica os orgãos.

 

O Biomagnetismo Terapêutico tem contra-indicações?

Não. Trata-se de uma terapia integrativa que não interfere com qualquer outro tratamento, podendo associar-se à medicina ocidental, alopática, oriental, ayurvédica, homeopática, fisioterápica. É indolor, não invasiva e aplica-se com o paciente vestido.

Não pode ser ministrada a pacientes que estejam a fazer quimioterapia, radioterapia, usem pacemaker ou qualquer outro dispositivo que utilize pilhas e durante a gravidez.

 

Quanto tempo demora uma sessão de tratamento?

Entre 1h00 e 1h30, dependendo das patologias.

 

É possível tratar pessoas à distância, pessoas com acentuadas perturbações mentais e psíquicas, crianças irrequietas?

Sim. É sempre possível recorrer-se ao Biomagnetismo à Distância, sendo o tratamento feito através de uma pessoa que serve de antena.

 

Existe alguma comprovação científica sobre a eficácia do Par Biomagnético?

Sim. Entre muitos outros estudos já realizados para comprovar a eficácia do Biomagnetismo existe um estudo clínico realizado em Maio de 2009 com 200 pacientes de médicos e terapeutas da Alemanha, EUA, Inglaterra, França, Suécia, Finlândia, Espanha e Índia.

 

 

Como são detectadas e tratadas as patologias no Biomagnetismo?

Cada órgão ou tecido do nosso corpo tem um determinado grau de acidez ou alcalinidade que é medido pela concentração de hidrogénio (potencial de hidrogénio ou pH).

As pessoas com uma determinada doença apresentam normalmente um excesso de iões de carga positiva (toxinas, radicais livres) que tornam ácidas as células, os órgãos, o sangue e as secreções.

Quando um tecido ou órgão se polariza positivo (ou seja, se torna ácido) pelo excesso de iões de hidrogénio, existirá outro que se torna negativo (alcalino). Segundo a abordagem do Biomagnetismo é esta alteração de polaridade que produz a doença.

Uma parte do organismo (órgão ou tecido) que permaneça com o pH alterado vai permitir o aparecimento de vírus onde o pH for mais ácido e de bactérias onde este for mais alcalino.

A tendência será que os vírus e as bactérias comuniquem entre si através daquilo a que chamamos a bioressonância magnética e assim potenciar o desenvolvimento de diversas doenças e patologias degenerativas. Bastará no entanto alterar a polaridade de ambos os tecidos afectados para eliminar a doença (ou o potencial desta).

Durante a sessão de biomagnetismo terapêutico é feito um “scan” com os ímans pelo corpo, detectando-se os pontos de disfunções e a presença de vírus, fungos, bactérias e parasitas.

 

 

 

AGENDAMENTO ANTECIPADO PARA JULHO DE 2017

 

61 3551-2003

61 98189-8843

portalvialuz@gmail.com

 

 

topo